Clínicas de hemodiálise do RN ameaçam suspender atendimento a pacientes do SUS

Clínicas de hemodiálise do RN ameaçam suspender atendimento a pacientes do SUS

Cerca de mil pacientes do Sistema Único de Saúde que são submetidos a tratamento todos os meses nas clínicas de hemodiálise do Rio Grande do Norte poderão ficar sem atendimento. O motivo é o acúmulo sistemático de débitos da Secretaria Estadual de Saúde. Por causa da demora no repasse dos recursos, os médicos decidiram que vão inicialmente interromper o atendimento em todas as clínicas do Rio Grande do Norte, por uma hora, nesta quarta-feira (02/04) e quinta-feira (03/04). A partir das 9h30, todos os equipamentos serão desligados. Dependendo da posição do Governo do Estado, eles poderão ou não suspender de vez os tratamentos.

 A dívida já ultrapassa R$ 1 milhão de reais e a única saída vislumbrada pelos médicos é suspender os atendimentos até que a situação seja regularizada. Em apenas uma das clínicas, o prejuízo soma R$ 283.165 reais. Em todo o estado são sete clínicas (3 em Natal e o restante em Assu, Mossoró, Pau dos ferros e Caicó) em situação semelhante. Por cada hemodiálise as clínicas deveriam receber da SESAP o equivalente a R$ 131 reais, três vezes menos do que o valor pago pelos planos de saúde.

Segundo o Nefrologista e Diretor da clínica CDR Dr. Berilo de Castro, os médicos já participaram de várias reuniões com o Secretário Estadual de Saúde Dr. Adelmaro Cavalcanti e até de uma audiência com a Governadora Wilma de Faria, mas até agora continuam amargando o déficit em caixa.

whatsapp button