Notícias

Sinmed visita Hospital Giselda Trigueiro e alerta para novas epidemias

22 jan 20

Sinmed visita Hospital Giselda Trigueiro e alerta para novas epidemias

O Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN), visitou nesta quarta-feira (22) o Hospital Giselda Trigueiro, em Natal. A visita faz parte da programação de fiscalização que o Sinmed realiza durante todo o mês de janeiro.

O hospital é referência em atendimento de doenças infecciosas. Presta atendimento ambulatorial especializado em: Infectologia, Doenças de Chagas, Tuberculose, Hepatites, Hanseníase e HIV/AIDS, dentre outras. Possui uma diretoria comprometida, tem suas escalas completas, mas passa por alguns problemas de estrutura como na parte elétrica que precisa ser refeita. Uma queixa comum entre funcionários e pacientes é a falta de ar condicionados nos setores de atendimento e ambulatórios e internamento, que tem provocado desconforto.

Atualmente o Giselda Trigueiro possui 76 leitos, sendo 7 de UTI. Ainda assim, há uma carência de leitos para atender a demanda do hospital. No ambulatório, por exemplo, 16 leitos foram improvisados para acomodar pacientes que precisam de acompanhamento. A falta de bioquímicos que retarda alguns procedimentos também é um fator preocupante. O hospital deveria ter quatro profissionais por escala, mas conta com apenas um. A previsão é que até marco o quadro esteja completo.

Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed RN, ressalva a importância do hospital para o estado e faz um alerta para as novas epidemias que estão surgindo e chama atenção para a orla marítima de Natal, que está tomada por ratos, o que pode favorecer a disseminação de infecções: “Além de dengue, chikungunya e zika vírus, o primeiro semestre de 2020 apresenta novas ameaças. Na China, o coronavírus tem provocado uma pneumonia que pode se espalhar pelo mundo. Já em São Paulo tivemos o primeiro caso de febre hemorrágica provocada por fezes de roedores. A pergunta que fica é a seguinte: Nós estamos preparados?”, finalizou.  

Fonte: Sinmed RN