Notícias

No mês do médico o Sinmed RN alerta para os cuidados contra a Hipertensão e Diabetes

01 out 19

No mês do médico o Sinmed RN alerta para os cuidados contra a Hipertensão e Diabetes

O mês de outubro é marcado pelas comemorações em alusão ao Dia do Médico, celebrado no dia 18 de outubro. Durante todo o mês, o Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN) realizará uma série de ações voltadas para o médico e para a população e, dentre elas, o alerta para as duas doenças que mais acometem a população brasileira: a Diabetes e a Hipertensão.

No Brasil a incidência da hipertensão passou de 22,5%, em 2006, para 24,9%, em 2015, com maior frequência entre as mulheres. A hipertensão é o mais importante fator de risco para doenças cardiovasculares (DCV), com destaque para o AVC e o infarto do miocárdio, as duas maiores causas isoladas de mortes no país.

Popularmente conhecida como pressão alta, a hipertensão é uma doença crônica caracterizada pelo aumento da pressão arterial. Se a sua pressão é igual ou superior a 12 por 9, você já entra na categoria dos hipertensos. A doença é hereditária em 90% dos casos, mas existem vários fatores que influenciam os níveis da pressão: fumo, consumo de bebidas alcoólicas, obesidade, estresse, elevado consumo de sal, níveis altos de colesterol e falta de atividade física.

Além desses fatores, a incidência da pressão alta é maior em pessoas que portadoras da diabetes, doença metabólica causada pelo aumento da glicose no sangue e acomete 7% da população brasileira, estando entre as cinco doenças que mais matam.

A diabetes é um dos principais fatores de risco para doença cardíaca, insuficiência renal, cegueira e amputação de membros. Mais de 13 milhões de brasileiros vivem com a doença.

Para esses dois problemas existem tratamentos, mas é a mudança de hábitos que faz toda a diferença na vida de um hipertenso ou diabético. O presidente do Sinmed RN alerta para os cuidados necessários: “É possível evitar o agravamento dessas duas doenças e ter um bom controle sobre elas. É preciso ter uma mudança de postura e adquirir hábitos saudáveis e, consequentemente, ter uma melhor qualidade de vida”, disse.

Pratique exercícios físicos, tenha uma alimentação saudável, reduza o consumo de sal e açúcar, evite alimentos gordurosos, diminua o consumo de álcool e adote um estilo de vida saudável. Sua saúde deve ser a sua prioridade.

 

Fonte: Sinmed RN com dados do Ministério da Saúde