Diversos

Os hospitais da rede estadual já sentem o impacto da greve

23 jun 08

Os hospitais da rede estadual já estão sentindo o impacto da greve dos médicos de Natal, que começou nesta quinta-feira (19). Os hospitais Walfredo Gurgel e Santa Catarina estão superlotados. No final de semana, duas ambulâncias do Samu ficaram presas no WHG, em razão da utilização das macas. Somente do hospital dos Pescadores mais de 70 pacientes foram encaminhados no sábado e no domingo.

No hospital Santa Catarina, a demanda é ainda maior na obstetrícia, pois todas as parturientes que não estão em trabalho de parto avançado e procuram as maternidades municipais estão sendo encaminhadas para o hospital e para a maternidade Januário Cicco.

Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos do RN, Geraldo Ferreira, os médicos grevistas estão atendendo apenas os casos de urgência e emergência. “Precisamos criar um impacto na rede estadual para sensibilizar os gestores”, explica.

Nesta segunda-feira (23), às 19h, na sede do Sinmed, os médicos realizam uma nova assembléia para avaliar o movimento. A expectativa é que a Secretaria Municipal de Saúde apresente uma nova proposta, tendo em vista que o secretário Edimílson Albuquerque deverá discutir o assunto com o prefeito Carlos Eduardo. “Mas não vamos negociar só em cima de gratificações”, salienta Geraldo.