Diversos

Médicos protestam em frente a Prefeitura de Natal

01 nov 16

 

Na manhã desta terça-feira (1 º de novembro) aconteceu em frente a sede da Prefeitura Municipal de Natal o segundo Ato Conjunto dos Médicos. Ação acontece contra os atrasos dos salários,  fata de condições mínimas de trabalho, de segurança, pelos atrasos na implementação do PCCV e por calendários de pagamento constitucional (último dia útil do mês vigente).

O ato reuniu os médicos que atuam pela Secretaria de Saúde de Natal e Parnamirim e os médicos que atuam pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Em maior parte as falas de protesto se dirigiram ao prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves.

“Queremos apenas que o prefeito cumpra com o que prometeu em campanha: colocar nossos salários em dia”, cobrou Sônia Godeiro, médica pediatra.

Para o diretor do Sinmed RN, Francisco das Chagas Bastos, só através da união da categoria é que será possível vencer essa batalha pelos direitos dos médicos. “Tivemos uma grande adesão ao movimento e esperamos mais, hoje teremos assembleia para votar os caminhos e estratégias que o movimento deverá adotar, unidos iremos todos em busca desta vitória que já está se aproximando”, afirmou.

Assembleia

Durante o ato foi votada uma assembleia com os médicos que fazem parte do movimento grevista, a reunião que acontece ainda nesta terça-feira, deve traçar os novos rumos da Greve Geral dos Médicos.

A greve começou na última quarta-feira (26), com paralisação total dos serviços ambulatoriais e eletivos e redução em 50% nos atendimentos de Emergência e Muita Urgência.