Diversos

Greve está dentro da lei

21 jun 08

A promotoria de saúde fez uma solicitação ao poder judiciário para garantir o atendimento de urgência e emergência nos pronto-atendimentos e 50% dos profissionais nos ambulatórios. O Sindicato dos Médicos já havia dado orientação para que todos os atendimentos de urgência e emergência fossem feitos, portanto, essa solicitação já foi contemplada. Quanto aos ambulatórios e ao Programa de Saúde da Família, o Sindicato pede a máxima restrição, mantendo os 30% previstos em lei.

 

De acordo com Geraldo Ferreira, caso seja dada uma determinação judicial, a assessoria jurídica do Sinmed irá dar o respaldo legal. “Mas até agora a greve está dentro da lei”, garante.