Notícias

Upa tem pacientes graves internados por até 40 dias

24 jul 19

Upa tem pacientes graves internados por até 40 dias

 

O Sindicato dos Médicos do RN (SINMED RN), através de seu presidente, Geraldo Ferreira, realizou hoje (24) visita a Unidade de Pronto Atendimento do bairro de Cidade Satélite, em Natal, para avaliar as condições de trabalho dos médicos que atendem nesta unidade de saúde.

A UPA de Cidade Satélite atende uma média de seis mil pacientes por mês e conta com 40 médicos em seu quadro de escalas. Desses, apenas sete são concursados, os outros profissionais prestam serviço pela Cooperativa Médica.

De acordo com Geraldo Ferreira, estes médicos passam por uma questão salarial grave, uma vez que os médicos concursados chegam a receber da prefeitura a metade do salário pago a um cooperado.

A estrutura da UPA tem 04 consultórios, repouso médico adequado e ampla sala de espera para o paciente.

O problema estrutural constatado está na deficiência da rede de saúde estadual e municipal, como um todo, que acarreta na permanência do paciente na unidade por falta de leitos de hospitais de retaguarda.

De acordo com Fagner Fernandes, Diretor Técnico da UPA, existe paciente da sala vermelha que fica mais de 40 dias internado na UPA, quando no máximo ele deveria passar 48 horas. “Funciona como UBS, Pronto Atendimento e acaba sendo hospital também”, afirmou Fagner Fernandes.

Outro dado levantado pela visita do Sinmed é que o número de plantões acordados com o secretário municipal de saúde, George Antunes, não está se efetuando na escala. Esse tema será tratado em audiência com o secretário, para que se cumpram os 10 plantões para os médicos de 40h.

Fonte: Sinmed RN