Notícias

Jogos na internet trazem alerta para os problemas da depressão na adolescência

20 abr 17

Jogos na internet trazem alerta para os problemas da depressão na adolescência

A depressão é um estado psicológico que acompanha a humanidade ao longo dos anos, causando tristeza, insegurança, isolamento social e outros sintomas que podem servir de alerta para o diagnóstico da doença. A depressão não tem hora para chegar e qualquer pessoa pode ser vítima desse distúrbio psíquico que, quando não tratado com um acompanhamento médico, pode gerar graves consequências.

Existem inúmeros fatores sociais que podem levar uma pessoa vulnerável ao estado da depressão: preocupação, ansiedade, dificuldade financeira, etc. De acordo com uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em fevereiro deste ano, o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com depressão na América Latina. Dados da pesquisa revelam que cerca de 5,8% da população seja afetada pela doença.

Para Guaraci Barbosa, médico especialista em Psiquiatria Forense e Diretor do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN), a depressão é um quadro que requer muita atenção por representar um alto índice de gravidade, podendo levar o portador até mesmo ao suicídio: “É importante observar a mudança de comportamento da pessoa e buscar ajuda profissional antes que o quadro se torne ainda mais grave”, ressaltou. Ainda segundo o Dr. Guaraci, apesar de existir uma descendência genética nos diagnósticos da doença, o ritmo de vida também contribui com o desenvolvimento da depressão.

Apesar de não existir um público específico para os portadores da depressão, jovens e adolescentes estão mais vulneráveis a adquirir a doença por estarem em uma fase de muitas mudanças: “Eles são muito inseguros e se deixam influenciar com facilidade. Se acham incompreendidos”, comentou o Dr. Guaraci. Um grande exemplo deste fato tem se revelado nas redes sociais durante as ultimas semanas com o jogo “Blue whale”, também conhecido no Brasil como “Baleia Azul”.

O jogo propõe desafios como: assistir filmes de terror e ouvir músicas depressivas, automutilação e, por fim, o de tirar a própria vida e após viralizar* nas redes sociais ganhou a atenção da mídia. No Brasil já existem duas mortes confirmadas em decorrência do jogo.

Especialistas alertam que é importante observar o comportamento dos jovens em casa, na escola e também nas redes sociais. A adolescência é uma fase de mudanças físicas, emocionais e hormonais. A Dra. Leda Pandolphi, médica de Saúde da Família alerta para a importância dos pais em imporem limites: “É dever dos pais educar, cobrar e dar limites. Também é importante saber dialogar e ser mais participativo, perguntar como foi o seu dia. Essa vulnerabilidade, além da exposição que essa fase traz, é acentuada pela falta de atenção, principalmente dos pais”, explicou.

Ações simples e cuidados contribuem para a recuperação da doença. É importante não ignorar e, principalmente, buscar ajuda profissional. A depressão pode levar a morte e precisa ser tratada como qualquer outra doença.

 

*Tornar popular. Repercussão inesperada de algo na web.

Fonte: Sinmed RN