Diversos

Projeto de Cooperativismo é aprovado no Senado federal

28 dez 09

Foi aprovado no Senado o PCL 31 que trata das Cooperativas de Trabalho. Com o intuito de coibir as falsas cooperativas, o projeto, na sua forma inicial, era um golpe mortal no Cooperativismo Médico como vem sendo exercido no Brasil.

A alegação era de que a intermediação de mão de obra é na verdade uma relação de emprego, sem os direitos trabalhistas. Um forte trabalho realizado pela classe médica deu nova redação ao projeto excluindo das mudanças as cooperativas médicas que trabalham por procedimentos.

O Sindicato Médico, no entanto, sabe da existência de algumas falsas cooperativas organizadas por alguns planos de saúde em Natal apenas para burlar a lei. Estas “entidades” exigem que os médicos se filiem para receberem seus honorários. É uma fraude clara. O sindicato denunciará ao Ministério do Trabalho, cobrando providências.