Sindicato não descarta possibilidade de paralisação total na saúde no RN

25 out 16

 O Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (SINMED RN) realizou na manhã desta terça-feira (25) um ato conjunto dos médicos municipais e estaduais em frente ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Os médicos reivindicam o pagamento de seus salários que encontram-se em atrasos tanto pela gestão municipal como pela estadual.

O presidente do SINMED RN, Geraldo Ferreira, reforçou a necessidade do pagamento a categoria. “O estopim desta paralização são os atrasos salariais. Hoje, nós entramos no fim do mês e dia 29 vai se completar o pagamento do servidor, estamos a um mês com os trabalhadores sem receber. Se tornou intolerável, as pessoas vivem de seus salários, elas pagam o colégio de seus filhos, planos de saúde, compram remédios, se alimentam e elas estão tendo sua sobrevivência comprometida, isso atinge evidentemente todos os funcionários do estado”, denunciou.

O líder sindical também não descartou a possibilidade de paralisação geral das atividades médicas no RN. “Estamos suspendendo o atendimento para mostrar a nossa insatisfação com essa situação. Nós temos uma operação que chamamos de “padrão” e vem transcorrendo desde do começo do mês que ela ocorrerá depois do dia 05 de cada mês se não houver o pagamento, mas nós estamos a partir de hoje intensificando este movimento. Provavelmente teremos suspensão parcial de atendimento e em alguns dias da semana a suspensão total das atividades”, alertou.

Os médicos também aproveitaram a paralisação para realizar uma caminhada nas proximidades do shopping Midway Mall.